Páginas

Resenha #29: Escola Noturna

" Coisas se perdem, principalmente se ninguém quiser lembrar."
Autor(a): C.J.Daugherty
Editora: Suma de Letras
Páginas: 336
Publicação: 2015

Quando todos estão mentindo, em quem você confia? Quando a adolescente problemática Allie Sheridan vai presa de novo, seus pais decidem que já estão fartos. Assim, ela é despachada para a Academia Cimmeria, um colégio interno bem distante dos seus amigos londrinos. A academia é uma bela construção, cheia de adolescentes lindos e milionários do tipo que viaja de jatinho, foi criado pela babá e só faz compras nos endereços mais exclusivos.

Em Escola Noturna, primeiro volume de uma trilogia, Allie faz novas amizades e conhece Carter, um rapaz solitário com quem ela sente uma conexão imediata.

Só que seus colegas, e talvez até alguns dos professores, estão protegendo um segredo sombrio. Quando o perigo começa a rondar os muros da escola e a violência se torna realidade, Allie terá que decidir em quem confiar, se quiser descobrir o que está acontecendo.


Alyson, mais conhecida como Allie, é a garota problemas, sempre se metendo em confusão depois do desaparecimento do irmão mais velho, Allie é presa mais uma vez pichando a sua nova escola e assim que a policia prende ela e Mark tudo começa a mudar em sua vida.
Ela é mandada para uma escola e lá ela começa a conhecer pessoas que a ajudam a enfrentes suas crises de pânico, Allie conhece Sylviam e eles começam a gostar um do outro só que ele é o garoto mais desejado da escola e a maioria das garotas sentem inveja dela. E se as aparências enganassem? Nem tudo que reluz é ouro, Allie é avisada do tipico cara que é Sylviam.
As coisas começam a ficar estranha em sua nova escola, coisas horríveis começam a acontecer com pessoas próximas a ela, só que parece que ninguém quer contar a ela a verdade do por quê isso esteja ocorrendo, Allie começa a ver que a escola é estranha e guarda terríveis segredos.
Carter West é o garoto que a protege em qualquer circunstâncias e parece sempre estar por perto quando ela precisa, pessoas começam a inventar fofocas sobre ela e parece que toda a escola acredita menos os seus amigos. Todos começam a fingir que ela não existe. Porque ser culpada de algo que você não fez? 
Todos na escola tiveram alguém que estudou lá ou algum funcionário, mas parece que Allie é a única exceção e isso faz com que ela seja temida, mas ao mesmo tempo protegida pela diretora da escola. Alguns segredos começam a ser revelados através de pessoas importantes que cercam a garota. Ela começa a descobrir coisas sobre o passado de sua família e que ela pode estar correndo perigo.
Um thriller excelente cheio de mistério e romance, onde você não consegue prever o final do livro, surpreendente e totalmente envolvente, algumas aparências podem enganar, nem todas as pessoas que cercam Allie estão ali para ajuda-lá.




Resenha #28: O Garoto dos Olhos Azuis

" O Cavalo branco só passa uma vez na vida, se você deixá-lo escapar não terá outra chance."

Autor(a): Raiza Varella
Editora: Pandorga
Páginas: 352
Publicações2014

Bárbara é linda, loira e bem-sucedida. Desde que assistiu a uma cerimônia de casamento pela primeira vez, ainda criança, seu sonho é apenas um: percorrer o tapete vermelho da igreja, vestida de noiva. Porém, contrariando todas as suas expectativas, ao ser abandonada no altar, a vida de Bárbara desmorona. Ela decide voltar à cidade natal e passa a viver com os irmãos e mais dois amigos. Todos homens. Com a ajuda de Vivian, uma espécie de Barbie Malibu, Bárbara tenta superar sua decepção amorosa recente e uma da adolescência, que volta com tudo à sua memória: o garoto dos olhos azuis. Será que o cavalo branco só passa uma vez? É isso que Bárbara vai descobrir com bom humor, jogo de cintura e uma pitada de neurose, em O Garoto dos Olhos Azuis.


Bárbara é a garota que acredita em finais felizes e que faz de tudo para ter uma aliança de casamento em sua mão, até mesmo cortar suas pernas, e quando isso finalmente acontece ela fica radiante e nada mais importa, nem mesmo os olhares estranhos das duas melhores amigas, nem mesmo o olhar decepcionado de sua família, mas fazer o que se não escolhemos quem amar, Babi sempre teve isso desde pequena que assim que pisasse na igreja gostaria que seu noivo a olhasse com olhos de amor.
O que aconteceu em seu "casamento" foi bem diferente do que ela pensou, quando seu olhar pousou em seu noivo ele não a olhou e quando ela foi entregue por seu pai a ele, ele nem sequer apertou sua mão mais forte e quando chegou aquela parte do fale agora ou cale - se para sempre foi onde tudo em sua vida começou a desmoronar. O que poderia ser pior do quê ser abandonada no altar pelo seu ex - noivo e sua melhor amiga? 
Sempre pode piorar, Bárbara é a garota que foge dos problemas e assim que foi abandonada no altar resolveu fugir de São Paulo e voltar para Florianópolis onde deixou muitas coisas para trás e principalmente o garoto dos olhos azuis que sempre voltava em sua mente.
Bárbara foi morar com os irmãos mais velhos e seus dois amigos, um médico e outro delegado da cidade, quando Babi chegou ao prédio viu que era totalmente diferente do quê aquilo que sua mãe a tinha dito, sobre a bagunça e sobre as mulheres, quando ela chegou ao seu quarto encontrou uma rosa branca em cima de sua cama. Ela viu que não havia comida na geladeira e achou um sorvete de café que tinha um sabor horrível, mas esse sorvete de café mudaria tudo.
Babi conhece Ian um dos caras que moram com seus irmãos e que começa a se mostrar preocupado com tudo o que Babi faz, a conexão deles é inevitável, ela descobre que sua melhor amiga e seu ex - noivo estão de casamento marcado. Vivian, irmã de Ian, a ajudou a passar por tudo isso de cabeça erguida.
Este livro se trata de como achamos que a vida é sempre de coisas felizes e boas e na verdade não é, sempre terá algo que vá fazer com quê fiquemos para baixo, mas sempre teremos pessoas que nos estenderão a mão e nos levará para fora do rio mesmo que muitas pessoas estejam achando graça. 

Cicatrizes


Algumas pessoas têm marcas para a vida toda, alguns as chamam de cicatrizes, podemos dizer que cada uma delas conta uma parte da nossa história, da nossa essência e representa uma coisa que marcou o que somos hoje. Nossas cicatrizes têm que ser símbolo de orgulho por que elas nos formaram.
Cicatrizes são vestígios de estrago ou destruição, é uma forma de lembrar que passamos por tudo aquilo e sobrevivemos, mas nós sabemos que as cicatrizes irão ficar para nos fortalecer sempre nos lembrar que somos fortes o bastante para passar por cima de qualquer obstáculo que a vida colocar em nossa frente. 
A vida continua não importa o tamanho da sua ferida, um dia a sua ferida irá virar uma cicatriz para te lembrar que você passou por cima de tudo aquilo que te fazia sofrer, nem todo sofrimento é para sempre, tudo passa por que para sempre é tempo demais. Não importa o tamanho da sua ferida ela vai cicatrizar, um dia, mas vai.
Emoções boas nos fazem esquecer-se das nossas feridas, mas sabemos que elas continuam lá e que uma hora ou outra irá voltar com força total e por alguns momentos as tentamos tampar para quê ninguém as veja e sinta quão complicados somos. Não se sinta sozinho muitas pessoas têm feridas piores que as nossas e cicatrizaram e por que as nossas não irão? É só esperar que tudo ocorre no tempo certo.
Todas as dores um dia findarão e não teremos mais que nos preocupar em esconder o que realmente somos e quais marcas têm em nossos corpos, todas as marcas nos moldam seja de maneira boa ou ruim elas fazem de nós o que somos hoje e temos que nos orgulhar de todas as feridas que cicatrizaram.
As cicatrizes são as marcas que iremos levar para sempre, e que nos farão ver que a dor esteve ali, mas que ela se foi, não somos fracos por termos marcas em nossos corpos, somos fortes por deixar essas marcas aparente por que nos faz ver que mesmo feridos continuamos a lutar para um dia fazer aquilo se fechar. Não importa o que aconteceu no seu passado o importante é o agora e o que você vai escolher para marcar o seu corpo, com coisas boas, sentimentos positivos ou com coisas negativas.




Resenha #27: Minha Julieta

" É comum as pessoas tentarem esconder suas cicatrizes, como se o mais leve dano provasse o quanto são fracas."









Autor(a): Leisa Rayven
Editora: Globo Alt
Páginas: 352
Publicações2015 

Alguns amores nunca te deixam ir...
Cassie jurou que nunca iria perdoar Ethan por quebrar o coração dela, quando eles estavam juntos anos atrás. Ele era seu grande amor, e quando ele se recusou a amá-la de volta, uma parte dela morreu para sempre... ou assim ela pensou. Agora ela e Ethan estão compartilhando um palco da Broadway, e ele está determinado a reconquistá-la. Finalmente ele é capaz de dizer todas as coisas que ela precisava ouvir... mas ela pode acreditar nele? Será que ele realmente mudou, e o que faz com que esta mudança seja diferente de todas as suas outras promessas não cumpridas?
A resposta está em algum lugar do passado, e agora a verdade virá à luz. Cassie voltará a confiar da maneira como ela era antes com Ethan? Ou é tarde demais para estes amantes estrela-cruzados?

Não perca este final hipnotizante da continuação de 'Meu Romeu', a história de amor inesquecível, que capturou os corações de mais de dois milhões de fãs online.


No segundo livro da série Starcrossed, Cassie está confusa em decidir se aceita ou não Ethan de volta em sua vida, como ele superou tantas coisas por ela e conseguiu mostrar que mudou e que está disposto a assumir um relacionamento e fazer tudo diferente.
Ethan só não sabia que a sua amada começou a desenvolver os mesmos medos e inseguranças que ele tinha antes, Cassie começa a ter crises de pânico e a querer surtar só de ouvir a palavra " relacionamento" os dois começam a enfrentar todos os problemas.
Cassie aceita começar um tratamento para ajudar a superar o abandono de Ethan quando eles ainda estudavam juntos na faculdade, Cassie conhece a Dra.Kate que a ajuda com toda a insegurança de ser abandonada novamente.
Dessa vez quem ajuda em todos os problemas em todas as crises é Ethan que depois de ter passado muitas coisas sem Cassie aprendeu que nada pode separar um amor verdadeiro, como ele passou por tudo que ela está passando agora ele sabe como ninguém lidar com tudo isso, todas as crises de ciúmes foram embora e nem mesmo Connor as farão voltar.
Ethan e Cassie juntos tem uma química que nenhum outro possuí e todos sabem disso, quando eles estreiam a peça ela vira um grande sucesso por que os dois estão juntos nela a fazendo ser esse esplendoroso sucesso.
Mas o que aconteceria com Cassie se Ethan fosse embora novamente? Será que ela conseguiria passar por mais um abandono? Ou ela poderia nunca mais se concertar? Ela passa por isso mais uma vez, mas como em todos os livros de romance sempre temos o final feliz então algo pode acontecer com o nosso casal Romeu e Julieta.



NEWS #3: Não Se Enrola Não

Não Se Enrola Não é a sequência da série Não Se Apega Não da brilhante autora Isabela Freitas, rainha, ela acabou de confirmar o lançamento do terceiro livro da série. A Pré - Venda já começou e o principal tema do livro é a Amizade Colorida entre Pedro e Isabela a personagem principal. O terceiro livro é tão aguardado quanto o dois primeiros. Tenho certeza que fará sucesso por que tudo onde Isabela Freitas toca é sucesso. Como uma admiradora da autora eu com certeza já quero ele em minha estante.  Juntos eles já venderam 700.000 exemplares. Com todas as certezas Isabela Freitas é um sucesso e uma das maiores autoras que o Brasil tem. Para quem não sabe tem resenha dos dois livros aqui no blog. 


Sinopse dos dois primeiros: Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.

Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.

Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.

Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.




Segundo: 
Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como 'A Garota em Preto e Branco'. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta. Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe... Entre shows e passeios na praia, Isabela precisa admitir para si mesma que sente uma atração cada vez maior pelo seu melhor amigo. Em seu segundo livro, Isabela Freitas dá sequência às histórias dos personagens de 'Não se apega, não'. Dessa vez, com a cabeça nas nuvens e os pés firmemente no chão, a personagem Isabela vai em busca daquilo que seu coração realmente deseja, mesmo quando seu caminho é bem acidentado e cada curva parece esconder uma nova surpresa.



E aqui vai a sinopse do tão aguardado: A vida de Isabela dá uma completa reviravolta depois do sucesso de seu blog, Garota em Preto e Branco. Decidida a perseguir seus sonhos, ela abandona o curso de direito, deixa a casa dos pais, em Juiz de Fora (MG), e se muda para São Paulo tão logo conquista um emprego numa badalada revista on-line. Enquanto se adapta aos novos tempos numa quitinete no Baixo Augusta, Isabela escreve seu primeiro livro.
Seria perfeito se no apartamento em frente não morasse o envolvente Pedro Miller e os dois não se embolassem regularmente sob o mesmo lençol. Não, não é namoro. Não, não é apenas amizade. É algo muito mais enrolado, um relacionamento sem um nome definido. Um “isso”, como diz a personagem. Embora não tenha coragem de confessar seus sentimentos, Isabela sabe que está perdidamente apaixonada pelo seu melhor amigo.
Após Não se apega, não e a sequência, Não se iluda, não, Isabela Freitas mostra neste Não se enrola, não os primeiros passos de seus personagens na vida adulta, com toda a independência e as responsabilidades que ela proporciona. 


Já tem o link da pré venda gente!!! podem surtar comigo. Vocês fãs da Isa como eu saberão e se você não for eu postarei aqui o link da pré venda. Ela disse na LIVE que ela fez no Youtube que terá capinhas de celular também. Então a surpresas da Isabela não são somente o livro. Resenha do primeiro livro e do segundo. Espero que o terceiro traga muito sucesso a ela. 

#TAG: 20 Perguntas de leitores


Hello, hoje resolvi trazer 20 perguntas de alguns leitores do blog, quero agradecer a Ju a fã número um dos meus textos e a Le a fã número um das minhas resenhas que me enviaram todas essas perguntas amo vocês, elas são as minhas amigas e leitoras do blog que me ajudaram a trazer um pouquinho por trás do blog. Então vamos começar!!

Como surgiu a ideia de criar esse blog? 

Eu sempre quis compartilhar as minhas experiências literárias, e amo escrever e ler, então pensei em criar um blog onde eu poderia fazer resenhas, escrever os meus próprios textos e ainda fazer parte da vida de algumas pessoas. Eu sempre quis ajudar a todos e eu sinto que consigo isso com os meus textos e que eu consiga mais e mais.

Qual é um livro sobre o qual você nunca se cansa de falar ( bem ou mal)?

São vários mas o que eu nunca me canso de falar bem é de O Jogo do Anjo, é o meu livro favorito, porque ele tem um pouco de tudo e de tudo um pouco, aconselho todos vocês a lerem, ele é cercado de mistérios, drama, romance, sobre livros e escrita. Tudo o que eu amo.

Qual é o livro que você mais releu na vida? 

Não vou mentir, eu nunca gostei de ficar relendo livros, mas o único que consegui reler é a série Não Se Apega Não da Isabela Freitas, a melhor de todas, gente essa série me dá tanta inspiração e tudo neles me fazem ver que não preciso de amor de homem para ser feliz e sim do meu próprio amor.

Qual é o livro que você se arrependeu de ter lido? 

Águas para Elefantes, por favor não me matem, gente eu achei que o livro fosse emocionante mas ele não me cativou de nenhuma forma. Não vou mentir comecei a ler por causa do Robert, mas quando vi que era só aquilo eu fiquei bem chateada. Até esqueci a história para vocês verem que nem me marcou. 

Qual é o livro que mais te fez chorar?

Então, foram dois: Extraordinário que é aquele livro que te faz ver que o seu problema é o menor do mundo e tem tantas pessoas passando verdadeiras dificuldades que nós deveríamos ser sempre gratos. E o outro é A Culpa É das Estrelas por que né gente.

Você já conheceu alguém por causa de um livro que ambos gostavam? 

Não, isso nunca aconteceu, mas me fez me aproximar de uma garota na escola que eu não ia muito com a cara dela e no fim viramos amigas e ela me emprestava alguns livros. Então se você tem livros favoritos iguais aos meus venha conversar comigo.

Qual sua adaptação de um livro para a TV ou cinema preferida? 

Eu amo o filme de A Hospedeira gente aquela adaptação é a mais parecidas de todas com o livro, o elenco é maravilhoso, o enredo, tudo se completa. Não sou fã de filmes, mas eu tento ver alguns.

Qual é um livro/gênero o qual você tem preconceito? 

Pode ser sobre um autor? Acho que pode, eu não gosto mais dos livros do Nicholas Sparks por que acho que todas os livros dele tem as mesmas histórias tristes, isso me cansou já, gosto de livros que me façam sair da minha realidade e não daqueles que me façam chorar. Já li muitos livros dele por isso acho isso. 

Um livro que todo mundo amou e você detestou ( ou o contrário)? 

Eu não gostei muito de A Menina que Roubava Livros, eu não o detestei mas também não o amei, a história é boa e tudo mas não tem aquilo que me cativa. Sou bem exigente. 

Se você pudesse viver a história de um livro, qual seria? 

Acho que Julieta Imortal, por que aquele livro é uma história moderna de Romeu e Julieta onde há ódio mas acima de qualquer coisa amor e não precisa de um querer matar o outro para ver que há uma cumplicidade. Maravilhoso essa série.

Tem alguma viagem literária que você sonha fazer? 

Ir para o acampamento meio - sangue da série de Percy Jackson, já podem me levar, eu amo essa série e com certeza quero ir para lá ver uns semideuses e pegar umas dracmas de ouro e uns instrumentos lá.

Quais os três filmes que você assistiu e ainda não leu o livro? 

Se eu ficar, Simplesmente Acontece e Divergente.

Você tem alguma citação preferida de algum livro que leu? Qual?

Eu tenho um caderno para citação de todos os livros que li. A minha favorita é essa: " O desapego é se libertar de tudo aquilo que faz mal e causa sofrimento." - Não Se Apega Não - Isabela Freitas 

E finalmente: porque ama ler? 

Ler me faz sair fora da realidade onde eu convivo, me faz conhecer lugares que nunca tive a oportunidade de ver, me ajuda a enxergar o mundo melhor do que ele realmente é, e me faz uma pessoa melhor.

O que você acha sobre os finais felizes dos livros?

Eles me fazem acreditar que sempre terá uma luz no fim do túnel mesmo que pareça que não tem, me trás a segurança que no final do livro tudo se resolve. E eu leio os livros por conta dos finais felizes.

Se você pudesse entrevistar um autor(a), qual seria?

      Com todas as certezas será Isabela Freitas por que gente aquela mulher é maravilhosa.
Ao meu ver seus textos são muito bem escritos e criativos, penso que daria certo você escrever um livro sobre qualquer tema porque seria maravilhoso kk, pensando nisso minha pergunta seria se você pensa na remota possibilidade de escrever um?

Claro que sim, eu penso mas eu acho que ninguém leria por que seria um livro de autoajuda, mas essa possibilidade existe como uma bela escritora que sou.

Já vi várias pessoas que escrevem porque é como se fosse uma válvula de escape para o mundo real, é um mundo alternativo só dela. Você é uma dessas pessoas?

Sim, sou. Escrever me ajuda a suportar um pouco do peso do mundo, quando eu não tenho para quem contar o que eu estou sentindo eu apenas escrevo e guardo todas as aquelas palavras para mim. Ou ás vezes posto aqui para vocês verem o meu mundo.

Como vem a inspiração para escrever eles? (os textos) 

Eu me inspiro em tudo sabe? Quais são os meus sentimentos, amor, raiva, ódio, ciúmes ou quando quero desabafar e não vejo como. Escrever é como um dom então quando eu pego o lápis e o papel o texto começa a florescer. 

Você se inspira na sua própria vida pra escrever ou é daquelas que "não precisa passar por tal situação pra entender do assunto"?

Eu sou um pouco das duas, eu me inspiro muito no que ouço as pessoas me falar, ou quando vejo uma situação, ou quando estou passando por isso, depende muito sobre o que quero escrever. 


E essas foram as 20 perguntas, espero que tenham gostado.




















Resenha #26: Meu Romeu

"Às vezes as pessoas constroem muros, não apenas para manter os outros fora, mas para ver quem se importaria o bastante para destruí-los."
Autor(a): Leisa Rayven
Editora: Globo Livros
Páginas: 407
Publicações: 2015 

Cassie está prestes a realizar o grande sonho: estrelar um espetáculo na Broadway. O que ela não esperava era ter que enfrentar o reencontro com o ex-namorado, que será novamente protagonista ao seu lado, em uma peça cheia de romance e cenas quentes. Trabalhar com Ethan traz o passado à tona, e lembra a Cassie que o que existe entre eles vai muito além de simples química.


O livro é dividido em duas partes em um mesmo capítulo onde se passa o começo da história de Cassie e Ethan e o presente onde eles se reencontram, ele a abandonou a exato 3 anos e agora terão que encenar uma peça juntos. Você seria capaz de perdoar alguém por lhe abandonar? A pessoa que você mas ama simplesmente desaparecer no mundo e nunca mais lhe dar noticias? 
Acho que não dá para perdoar simples assim e com Cassie é exatamente a mesma coisa que está se passando na sua cabeça neste exato momento, mesmo que a paixão dos dois tenha sido avassaladora ela não pode simplesmente esquecer de tudo e voltar para ele. 
Toda a insegurança que Ethan tinha de um compromisso acaba passando para Cassie depois de ser abandonada por ele. os dois juntos são como fogo e gasolina, explodem, todos conseguem enxergar a química que irradia deles, Ethan quer tentar um compromisso só que depois de tudo o que ele fez com ela Cassie acha que não conseguiria esquecer tudo para voltar com ele. 
No passado, ela se entrega a ele com tudo o que tem direito e ele não quer magoa-lá e por isso resolve que não quer um relacionamento, por enquanto está bom para Cassie dar uns amassos escondidos dos amigos. Até que chega um certo ponto e isso começa a lhe sufocar, aquela insegurança de quê ele não a deseja o bastante.
Ethan a avisa que não pode dar tudo o que ela quer e que não é o tipico cara que anda de mãos dadas e que a beija em público, ele tenta avisar que não é o melhor para ela. Ele é possessivo em relação a qualquer outro cara que tenta algo com Cassie, isso começa a ficar pior quando eles são escolhidos como Romeu e Julieta e cenas de beijos e sexos são inclusos no roteiro. O desejo deles antes mesmo da peça é óbvio mas durante os ensaios fica pior. 
Cassie está confusa em relação a Ethan por que a garota que entregava seu coração a ele, foi embora quando ela foi abandonada, essa nova Cassie é venenosa e tenta ao máximo fazer com que ele mude de ideia em relação a eles.É uma história fascinante, claro que um pouco diferente daquilo que vemos nos livros normais, mas mesmo assim um pouco clichê, como eu amo coisas clichês ele entrou para a minha lista de livros favoritos. 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...